Arquivo da categoria: Banda

Daft Punk – Lose Yourself To Dance

Captura de tela 2013-05-21 às 16.00.56

Bom, que o tão esperado Random Access Memories, do Daft Punk, tá na área todo mundo já sabe, né? E em tempos de efervescência do duo francês, se liga só na pérola que caiu no Youtube.

 

O vídeo de Lose Yourself To Dance, 6ª faixa do novo disco, foi criado a partir de fragmentos de um programa musical apresentado nos Estados Unidos na década de 70, chamado Soul TrainE como bem diz o comentário de um usuário no YouTube, não fazer desse vídeo o clipe oficial da música é quase um crime contra a humanidade. Apoiado!

Racionais MC’s x Chapolin Colorado

210513_chapolinracionais-300x300

Imagina só: uma mixagem de trechos de trilhas sonoras e extratos vocais do famoso seriado mexicano Chapolin Colorado com a clássica “Voz Ativa”, uma das mais importantes músicas de protesto do Racionais. 

Imaginou? Então, é isso mesmo. Cola no play aí em baixo e ouça “Voz da Astúcia”, um mashup de Raphael Bertazi – que já promoveu encontros não menos inusitados, como Rage Against the Machine & Cia do Pagode e Super Mario Bros & Caetano Veloso.

Vale o play!

 

Via: popload

A evolução da música: do século XI até os dias de hoje

Pentatonix10

Dos cânticos do século XI até o pop de Lady Gaga e Justin Bieber, o quinteto Pentatonix faz um passeio pela música desde os seus primórdios até a atualidade. É óbvio que não não é um panorama que abrange toda a história e coisa e tal. Na verdade, é mais uma visão estereotipada e menos original, mas que vale pela qualidade da execução – que evidencia algumas das emblemáticas mudanças ao longo dos últimos 10 séculos. Só-no-gogó.

Via: hypeness

A nação de um homem só

Captura de tela 2013-03-01 às 14.14.16

Captura de tela 2013-03-01 às 14.16.56

Captura de tela 2013-03-01 às 14.17.17

Diretamente de Singapura, o maluco One Man Nation chega para atazanar a sua sexta-feira e elevar o espírito com suas bugigangas eletrônicas. É puro transe. Aumenta a tela, aumenta o som e cola no play.

 

O filme foi gravado em dezembro de 2011 e integra a coleção Petites Planètes, do gênio .

One Man Nation - onemannation.com

Caetano Veloso 8-bit

caetano-veloso-8-bit-1

É Alegria em dobro, cola no play que rola!

 

Via: trabalhosujo

As aventuras existenciais de Tim Maia: Nobody can live forever

timmaia-594x333

Captura de tela 2012-12-13 às 11.25.18

Nos anos 70 uma granada explodiu no cenário musical brasileiro e mundial. Seu nome era Sebastião Rodrigues Maia, ou simplesmente Tim Maia. Para divulgar o trabalho do maior (e mais maluco) artista de soul brasileiro lá na gringa, o estúdio  fez um videozinho foda, em colaboração com o ShopAround e o selo musical Luakabop.

A animação apresenta uma coletânea recheada de histórias com um sabor cômico, reveladas em todas as formas e desdobramentos possíveis e imagináveis da loucura de Tim. É diversão pra toda a família: música, drogas, mulheres, dinheiro, armas e até um culto a objetos voadores não identificados e à cultura racional. Tudo isso com narração do Devendra Banhart.

Quer mais? Dê o play e conheça a obra do cara que nem sempre aparecia em seus próprios shows, mas viveu intensamente e literalmente em um sonho, sempre com um sorriso no rosto.

VIVA TIM!

 

Via: trabalhosujo

Phono 73 – O Canto de um Povo [Filme Completo]

Realizado no Centro de Convenções do Anhembi, em São Paulo, de 11 a 13 de maio de 1973, o Phono 73 foi um evento épico, uma ode à boa música. Sob a alcunha de “O Canto de um Povo”, o festival foi promovido pela gravadora Phonogram, atual Universal, e contou com quase todo o seu elenco à época – de Vinícius e Toquinho a Caetano e Jorge Ben, passando por Chico Buarque, Gal Costa, Maria Bethania e tantos outros.

O evento foi parte de uma ação de marketing da gravadora, que tentava desvencilhar-se, perante o governo, da pecha de reduto de comunistas. Agora você pode ver essa joia na íntegra no Youtube. 35 minutos de um festival que reuniu os mais célebres cantores, compositores e intérpretes da música brasileira.

Stones x Beatles

Enquanto isso, em 1965, Mick Jagger e Keith Richards dão uma palhinha de Beatles. “I’ve Just Seen a Face” e “Eight Days a Week”, de zoeira, durante uma excursão da banda pela Irlanda.

A sequência é parte do documentário Charlie is My Darling, que está sendo relançado.

“Ai se sesse”

“O poeta Zé da Luz, do início do século, decidiu escrever uma poesia porque disseram pra ele que pra falar de amor era necessário um português correto, e tal. Aí Zé da  Luz escreveu uma poesia chamada ‘Ai se sesse’, que diz assim…”

Se um dia nois se gostasse
Se um dia nois se queresse
Se nois dois se empareasse
Se juntim nois dois vivesse
Se juntim nois dois morasse
Se juntim nois dois drumisse
Se juntim nois dois morresse

Se pro céu nois assubisse
Mas porém acontecesse de São Pedro não abrisse
a porta do céu e fosse te dizer qualquer tulice
E se eu me arriminasse
E tu cum eu insistisse pra que eu me arresolvesse
E a minha faca puxasse
E o bucho do céu furasse
Tarvês que nois dois ficasse
Tarvês que nois dois caisse
E o céu furado arriasse e as virgi toda fugisse

Rolling Stones: um furacão no fogo cruzado

Crossfire Hurricane, documentário que conta a história dos Stones, estréia dia 18 de outubro, em Londres

É isso aí. Enfim, a história de uma das maiores bandas de todos os tempos está prestes a ser contada nas telonas sob diferentes perspectivas. O filme-caleidoscópio intitulado Crossfire Hurricane, chega para narrar períodos-chave da carreira dos Rolling Stones e suas incríveis aventuras cinquentenárias.

O longa que leva o título das linhas de abertura de “Jumping Jack Flash”, famigerada canção dos ingleses, foi dirigido por Brett Morgen – responsável pelo ótimo The Kid Stays in the Picture – e conta com entrevistas de todos os membros da banda, além de vasto material de arquivo.

A saga dos Stones estréia ainda este mês na gringa e será transmitida ao vivo, no dia 18 de outubro, diretamente dos cinemas do London Film Festival – incluindo a cobertura do tapete vermelho, antes da exibição. O documentário ainda não tem previsão de estréia no Brasil.

http://www.rollingstones.com/crossfire-hurricane/