A arte da fumaça

Artista plástico exibe imagens feitas com fumaça de maconha

Em uma reviravolta (in)comum do protesto de inspiração das manifestações artísticas, o artista brasileiro Fernando de la Rocque faz imagens fortes e controversas utilizando uma técnica bastante excêntrica, que sua mãe pode não aprovar: baseado em questões e temas polêmicos da nossa sociedade, ele utiliza a fumaça da cannabis como matéria-prima para seus trabalhos.

Tudo começou depois que Fernando teve contato com uma edição da revista “MAD”, em que havia um teste que era necessário soprar a fumaça do cigarro num papel para saber a situação do seu pulmão. Alguns anos depois ele começou a produzir estênceis e a criar imagens soprando a fumaça da cannabis através dos recortes das chapas em papel de algodão, o que imprimia representações de um âmbar desfigurado, quase como uma aparição.

Todo esse processo culminou na exposição Blow Job – Trabalho de Sopro, que será inaugurada no dia 15 de agosto e vai até dia 22 de setembro, no Rio de Janeiro.

Se liga só:

“Enquanto o assunto gera controvérsia, as pessoas acabam pensando, discutindo. Mas espero que, independentemente do material usado, elas percebam a qualidade estética das obras”, diz o artista.

Fernando de La Rocque

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s