E se você não dormisse nunca mais?

Senta que lá vem a história…

Você já parou pra pensar nisso? O que aconteceria se, por algum motivo qualquer e sem explicação, você não conseguisse mais dormir? Nunca mais. Nem sequer uma piscadela mais longa do que míseros 50 milésimos de segundo… O que aconteceria com a sua vida?

Pois bem. Conheça o Sr. Thai Ngoc (esse aí da foto acima), de 64 anos, lá do Vietnã. Diz ele que não dorme há surpreendentes 33 anos! Isso mesmo, trinta e três! Segundo o Sr. Ngoc, ele já passou mais de 12 mil noites de insônia perambulando por aí, sem dar uma cochiladinha sequer, nem uma sesta; nada, nada. E nem internet em casa ele tem. Ele acha que foi por causa de uma febre que teve em 1973, mas não tem certeza. Ninguém tem.

Parece que a saúde do ancião do Vietnã não sofreu muito as mazelas de um tempo perdido, posto que ele continua a levar uma rotina um tanto quanto normal – na medida do possível. O cotidiano do Sr. Ngoc é deveras trivial: ele trabalha – carregando, todos os dias, dois sacos de 50Kg de fertilizante e comida de porco, por um trajeto de 4km –, come, toma banho, enfim essas coisas. Só não dorme. Sua esposa diz que já tentou derrubar o pobre Thai de todas as maneiras: comprimidos para dormir, porres homéricos, banho quente, cafuné, leite morno, mas nada nocauteia o homem.

Bem, independente de ser uma história para boi dormir ou não, esse negócio de nunca mais dormir, como uma história de Bela Adormecida às avessas, é mesmo bem interessante. Parece ter algo a ver com a eternidade, sei lá… Pense bem: se você não precisar dormir nunca mais, ganha automaticamente muito mais tempo curtindo aqui pelo Planeta Terra o seu privilégio de estar vivo. Dá quase uma vida inteirinha, a mais.

Essa história toda do Sr. Thai Ngoc, faz lembrar uma outra treta não menos curiosa: a do sono polifásico (aquele em que você dorme 20 minutos a cada 2 horas, como faziam Da Vinci e Einstein).

Mas aí surge um problema: com tanto tempo livre, o que fazer nas horas vagas? Ou melhor, teríamos tantas horas vagas, que não saberíamos o que fazer e, provavelmente, ficariamos loucos ou morreriamos de tédio.

Tem um conto russo, lá da década de 40, chamado The Russian Sleep Experiment. É sobre uns estudos feitos com prisioneiros que eram mantidos acordados com máscaras de gás, para descobrir o que acontece quando o ser humano deixa de dormir.

É só clicar aqui para ler. Nem dá sono (mas está em inglês).

Via: UoD

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s