[Insolação] Um café, por favor.

Um ato de ousadia dentro do cinema nacional

Nunca me aconteceu nada, nem mesmo remotamente parecido com isso. Como tudo que é mundano e comum, se torna terrível e selvagem, quando o coração é destruído, por felicidade e amor em excesso.”

É difícil fazer cinema no Brasil. É mais difícil ainda, fazer o chamado “cinema de arte” no Brasil. Com “Insolação”, Felipe Hirsch – um dos nomes mais importantes do teatro brasileiro dos últimos anos – e Daniela Thomas, cometeram, em meados de 2009, a ousadia de produzir um filme complexo e belo, que explicíta as relações humanas e a febril conexão afetiva gerada pelo calor de um momento, provando que é possível sim, fazer cinema-arte no Brasil.

“Insolação” partiu da ideia de adaptar contos russos que falavam sobre o amor. Personagens diversos, representados por atores como Maria Luiza Mendonça e Leandra Leal, perambulam por uma cidade geométrica e abandonada. Encontram-se uns aos outros enquanto enfrentam dramas pessoais, como o amor não-correspondido, ou a busca por afeto através de uma sucessão de relações sexuais sem sentido. Os efeitos atormentadores da paixão são transmitidos por meio de um sintoma: a insolação.

Tanto desencontro é amarrado pelo personagem e sublime atuação de Paulo José. Ele é um senhor que redige trechos de uma peça em folhas de papel, um “quase louco”, mas que faz reflexões tocantes e profundas sobre a juventude, a morte e a vida.

Ao lado de fortes atuações, o filme aposta em bela fotografia, que envolve paisagens áridas e de arquitetura moderna características de Brasília. Os diálogos desconexos e teatrais reforçam o sentimento de confusão que a paixão gera e o quase delírio da insolação.

Não se assuste, no entanto, com a abstração. O filme não é hermético, só deixa a racionalidade de lado em prol da sensibilidade. Pouco importa o que os personagens dizem ou fazem; prevalece o desamparo que sentem e o modo quase doentio como buscam afeto uns nos outros.

#ficadica

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s