Monopoly Live: O novo Banco Imobiliário

Monopoly Live – um jogo que controla tudo para você é realmente um jogo?

Uma versão atualizada do Monopoly – ou o velho e bom Banco Imobiliário para os brasileiros mais puristas – foi recentemente anunciada, e chegará às lojas em breve sob o título Monopoly Live. O jogo apresenta uma estrutura central de torre e um dispositivo que calcula todas as transações com base nos cartões de pagamento digital fornecido, além de simular jogadas de dados para os jogadores. A torre (que tudo sabe, que tudo vê), monitora constantemente as posições das peças do jogo, que são especialmente equipadas com câmeras infravermelhas; o jogo pode garantir que as peças avançem a quantidade adequada de distância (casas) de acordo com a rolagemm simulada, e ainda fiscalizar a situação dos bens de propriedade de cada jogador.

Uma das partes divertidas e interativas do jogo, era simplesmente… esperar. Agora, o jogo é extremamente desprovido de qualquer interação humana concreta. Há uma série de elementos humanos em jogos como o Monopoly, que inicialmente podem parecer supérfluos, no entanto existem pontos a serem considerados. Um jogo que calcula todas as transações para você, não deixa espaço para o processo de negociação, além de calcular constantemente o valor real dos ativos de todos os jogadores – o que o torna muito acessível e tangível – tira o senso de domínio que vem com a possibilidade de avaliar, manipular e negociar o contrário valor intangível com os outros.

Enfim, a partir de uma perspectiva de design de interação, o jogo está ficando muito próximo de um ambiente de evento puramente aleatório, o que seria algo como um jogo onde os jogadores apenas rolam dados uns contra os outros para ver quem obtém a maior pontuação, o que como você pode imaginar, não oferece uma experiência muito agradável por muito tempo. Uma lição importante aqui, é que os jogos não são inerentemente divertidos só porque você os chama de jogo. É importante pensá-los como parte das experiências mais interativas, educacionais e divertidas para o tempo livre.

Em suma, existem certas ocasiões em que aderir à tecnologia, pode não ser a melhor saída.

Via: psfk

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s