Pandemic 1.0: Construção de Histórias Colaborativas no Sundance Film Festival

 

Pandemic 1.0 é uma experiência de transmedia storytelling – que muito se assemelha, na forma, àquela inciativa do cineasta Tim Burton, denominada ‘Cadavre Exquis’, em que o diretor convida todos a participarem de uma aventura de contar histórias, envolvendo o personagem “Stainboy”, através do Twitter – que foi apresentada e desenvolvida ao longo de 120 horas, no Sundance Film Festival.

O projeto de cinema participativo uniu audiências online e o público local para ajudar a parar a propagação de uma misteriosa doença do sono, que começou a afetar 20 moradores, posteriormente representados por atores que forneceram atualizações através de seus próprios Twitter feeds.

O experimento colaborativo e social, envolve pessoas em uma sala de controle físico, localizado no festival que foi equipado com superfícies interativas da Microsoft e projetores que transmitem a história, assim como durante todo o processo. Online, os participantes foram capazes de influenciar no desfecho da história, junto ao TwitterFacebook, bem como no hotsite do projeto Hope Is Missing, onde suas ações geram novas possibilidades.

No vídeo abaixo, o diretor de Pandemic 1.0, Lance Weiler, explica sua visão.

Behind Pandemic 1.0 from Turnstyle News on Vimeo.

Hope Is Missing

Via: psfk

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s