Mistérios do Underground de Paris, e Hocus Pocus

Enquanto Paris será sempre (re)conhecida pelos seus lindos monumentos e museus impressionantes, e apesar do apelido “cidade luz”, há um lado mais sombrio e misterioso, que é um segredo que está sendo experimentado. Minas subterrâneas abandonadas, por exemplo, são lugares onde os artistas franceses mais ousados encontram paredes para realizar suas pinturas e algazarras de fim de semana.

Para quem procura uma experiência mais assustadora, pode visitar as catacumbas e ficar cara a cara com os crânios do século 18 e 19. (explorar as minas é estritamente proibido, embora as Catacumbas de Paris sejam abertas ao público.)

Quem melhor para nos mostrar esse submundo parisiense do que Stephen Alvarez, um fotógrafo do National Geographic que torna a missão de sua vida, explorar este mundo invisível? Alvarez nos conduz pelo viés mais soturno e sombrio da capital francesa, através do escuro dos túneis, dando-nos acesso sem precedentes a um playground magnífico.

“São mais de 180 quilômetros de túneis e pedreiras em meio as fundações de Paris, quase todos eles fora dos limites. Festas acontecem de qualquer maneira.” – National Geographic

E já que o assunto é o underground parisiense, e todas as imagens e referências de experiências visuais diferentes que o inóspito território suscita, fica uma dica de som para acompanhar a visualização da galeria de fotos (abaixo). Os franceses do Hocus Pocus fazem uma mixórdia de hip hop, jazz e soul, que resulta em uma sonoridade peculiar e instigante. A música Hip Hop, cita e modifica uma parcela do gênero, bem aos moldes da banda.

Veja a galeria de fotos:


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s