Arquivo da categoria: Arte

Cupido [curta-metragem]

Captura de tela 2014-04-04 às 12.13.29

Captura de tela 2014-04-04 às 12.00.46

Captura de tela 2014-04-04 às 12.00.17

Essa é a história de uma garçonete que se apaixona por um cliente e faz de tudo para conquistar o seu coração, mas é ignorada pelo cara o tempo todo, até descobrir porque ele realmente não ligava para ela. O cenário é um restaurante no bairro do Brooklyn, em Nova York, mas poderia ser qualquer birosca de qualquer lugar do mundo.

Nas palavras do “Cupido”:

“Algumas coisas na vida são 3 pelo preço de 1′. Outras coisas, como o momento que alguém realmente escuta seu coração, não têm preço. Há milhares de histórias de amor esperando para serem vividas todos os dias. Fé? Destino? Quem sabe?  Esta é só mais uma…”.

Uma bonita história de amor, enfim.

Via: videosdodia

Os anúncios retrô do Daft Punk

daft-punk-merchan

E mais uma vez o duo eletrônico-retrô-futurista Daft Punk chega chegando, agora com esses incríveis anúncios vintage que fizeram para comemorar a inauguração de sua lojinha virtual (que por enquanto só vende roupas).

Dá uma sacada aí embaixo:

daft-punk-merchan-04

daft-punk-merchan-05

daft-punk-merchan-01

daft-punk-merchan-00

daft-punk-merchan-02

Via: trabalhosujo

Noisli: sons para relaxar

noisli

Em meio a avalanche de abas, links, posts, imagens e músicas nossas de cada dia, você sempre procura um ‘lugar tranquilo’ para escrever seus textos, trabalhos ou emails, mas acaba se distraindo com tanta informação não é mesmo? Pois seus problemas acabaram. Conheça o Noisli, um site/editor de texto que traz sons relaxantes da natureza como o barulho da chuva, do vento, do mar, trovoadas etc enquanto você faz o que tem que fazer na internet.

Funciona assim: você clica no alto-falante do canto superior direito da tela para ativar a função, escolhe o som que deseja ouvir e, se quiser, ainda pode deixar rolar a inspiração e escrever um texto legal no editor-livre dentro do próprio site.

Shhhhhh, vai lá: http://www.noisli.com/

Via: achados&imperdiveis

Kubrick.gif

kubrick

O cineasta Stanley Kubrick dedicou boa parte de seu tempo e de sua carreira a contar histórias da maneira mais visual possível. Suas imagens têm o poder de dizer mais que um zilhão de palavras, feito que poucos diretores podem se gabar. O crítico de cinema Paul Lynch resumiu o que significa a contribuição de Kubrick para a sétima arte:

“Com cor, Kubrick encontrou um entusiasmo e uma prisão em suas imagens que começaram a transcender o material de suas histórias. Elas parecem empurrar os limites naturais da tela para absorver cada fóton de luz.

Kubrick parecia querer fazer com seu público o que ele fez com Alex em Laranja Mecânica: descascar as nossas pálpebras até que sejamos obrigados a ver cada feixe do projetor. Ele não quer que a gente pisque”.

Veja abaixo algumas cenas clássicas de filmes do diretor em gifs animados e tire as suas próprias conclusões.

2001: Uma Odisséia no Espaço2001-uma-odisseia-no-espaco-12001-uma-odisseia-no-espaco-32001-uma-odisseia-no-espaco-42001-uma-odisseia-no-espaco-52001-uma-odisseia-no-espaco-62001-uma-odisseia-no-espaco-7

De Olhos Bem FechadosDe-Olhos-Bem-Fechados

Dr. FantásticoDr-Fantastico-1Dr-Fantastico-2Dr-Fantastico-3

Laranja Mecânicalaranja-mecanica-1laranja-mecanica-2laranja-mecanica-3laranja-mecanica-4laranja-mecanica-5laranja-mecanica-6

Lolitalolita

Nascido para MatarNascido-para-Matar-1Nascido-para-Matar-2Nascido-para-Matar-3

O Iluminadoo-iluminado-1o-iluminado-2o-iluminado-3o-iluminado-4o-iluminado-5o-iluminado-6o-iluminado-7

Imagens: If we don’t, remember me

Via: geekness

Criolo sci-fi

criolo-2014-594x204

Enquanto não sai o seu aguardado segundo disco, Criolo lança os dois singles que antecipou no ano passado como um clipe de ficção científica escrito e dirigido pelo cineasta Denis Kamioka, o Cisma, que levou o Grajaú – onde o rapper nasceu e cresceu – para o ano de 2044 (mas que poderia muito bem ser 2014), num filme com ar meio cyberpunk realista. 

Vale o play!

Ah, e vale também lembrar que os dois curtas-clipe foram feitos de maneira independente, com muito pouca grana, e não ficam atrás de clipes de artistas que contam com patrocinadores – sejam gravadoras multinacionais ou empresas fazendo renúncia fiscal.

Ficha técnica:

Elenco principal: Daniel Dantas, Morgana Naughty e Léo Loá

Elenco de apoio (ordem de aparição): Haruo Kaneko, Marcel Yin Weckx, Zeme, Marcos Araujo, Ricardo Delfins Reis, DJ Kiko, Alan Scoober, Sergio Alves, Criolo, Gabriela Alves, Flavio Josias Gonçalves da Silva, Gledson Gabriel Gonçalves da Silva, Wellington Neri, Lucas Stegmann, Cidinha Souza, Roberta Youssef, Tarsila Riso, Natalia Scabora, Nené Partideiro, Lerinho, Francilan Maurício, Paula Roma, Willian Nascimento, Maurão, Daniel Fuá

Direção: Cisma
Diretor de Fotografia: Will Etchebehere
Montagem: Fernando Stutz, Marilia Ramos
Coordenação de Produção: Andrezza de Faria, Luciana Oppido, Gabi Hahn e Marina Blum
Direção de Produção: Silvio Bettoni
Pós produção e Efeitos visuais: Clan VFX
Coordenação de Pós Produção: Andrea Lopes e Roberta Bruzadin
Colorista: Fernando Lui
Grafismos: João Schimidt
Composição: Gustavo Samelo
Supervisão de 3D: Luciano Neves
Produção Executiva de Pós: André Pulcino
Assist. De Produção Executiva de Pós: Diego Souza
Assistente de Direção: Camila Andreoni
Direção de Arte: Olívia Sanches
Assistente de Arte: Clarice Cunha
Contra Regra: Igor Apoena

Via: trabalhosujo

Peanuts 3D

peanuts

O filme em 3D baseado nos quadrinhos de Charles Schulz tem estréia prevista somente para 2015, mas já vem dando o que falar. Os mais saudosistas dirão que todo o aparato tecnológico mecaniza a docilidade dos personagens e nos afasta deles.

No entanto, há de se notar que existe toda uma preocupação para manter a fragilidade do traço original e não trabalhar com texturas ou profundidades que possam comprometer a emotividade dos personagens e das histórias.

Veja o trailer abaixo:

O longa, que contará com a trilha e a dublagem clássica do Snoopy, está sendo produzido pelo filho de Charles, Craig Schulz, e seu roteiro foi escrito pelo neto dele, Byan Schulz.

http://www.peanutsmovie.com/ 

Uma ideia na cabeça e uma câmera… na cabeça!

SupermanGoPro-594x329

Subvertendo o velho axioma de Glauber Rocha – que a propósito dava conselho para que os pais não deixassem seus filhos assistir Super-Homem – em histerologia ‘barata’, a ideia que os caras da CorridorDigital tiveram para rodar um Super-Homem de baixo orçamento foi botar uma câmera em um drone, filmar uma série de tomadas aéreas e depois adicionar efeitos especiais na pós-produção.

E assim eles fizeram um filme bastante simples e revelador dos novos moldes e rumos do cinema independente. Talvez Glauber mudasse de ideia quanto ao Super-Homem e o imperialismo norte-americano em face da produção cinematográfica de baixo (e a qualquer) custo. Talvez.

Via: trabalhosujo