forum.doc

Que? Não conhece o forum.doc? É o Festival do Filme Documentário e Etnográfico – Fórum de Antropologia e Cinema realizado pela Associação Filmes de Quintal, em parceria com a UFMG, desde 1997, na maravilhosa Bellot.

O festival se inicia hoje e vai até o fim do mês. Na abertura, às 19h no Palácio das Artes, teremos a exibição do premiadíssimo “Branco Sai, Preto Fica” de Adirley Queirós. Além disso, o próprio estará lá para um bate-papo pós-filme. Tá bom ou quer mais? Então fica com esse trailer e essa sinopse aí.

Animou? A entrada é franca, mas a promessa é de que o evento esteja cheio. Então, seja esperto e chegue cedo para retirar os ingressos na bilheteria do Cine Humberto Mauro.

Para saber mais sobre o festival, dá o clicão!

Live!

Livro pop-up é coisa de criança porque criança sabe das coisas. É bonito, é interativo e é criativo. O que mais alguém pode querer de um livro? Pois é. A Lacoste sabe disso e está divulgando a nova fragrância masculina da marca, Live!, com um video de um livro pop-up. Confere aí!

O livro foi executado pela agência belga Ink Studio em parceria com a Wildvertising.

Hoje tem!

O Família de Rua é um coletivo belorizontino que celebra a cultura de rua e é o grande responsável pelo movimento de ocupação do Viaduto Santa Tereza. É ele quem organiza o evento mais expressivo da música hip hop de BH: o Duelo de MC’s. É coisa bonita de se ver, viu? Os caras ocupam o espaço público e montam uma cena cultural, inclusiva e participativa para celebrar a música e voz que vem das ruas.

Foto: Pablo Bernardo – Indie BH

Infelizmente, o viaduto está fechado para reformas desde janeiro de 2014. A entrega da obra estava prevista para outubro/14, mas foi adiado para fevereiro próximo, porque um projeto para a restauração ainda não foi apresentado pela Prefeitura. Com a ocupação desde fevereiro/14, o pessoal do coletivo começou a acompanhar as obras ali de perto, exigindo transparência e participação popular da Prefeitura. Vamos combinar: essa não deve ser um tarefa muito fácil.

Foto: Pablo Bernardo – Indie BH

Como a parte do palco onde o Duelo acontece já está pronta, o convite está feito. Hoje é dia de ocupar o viaduto mais uma vez. A partir das 20h, já pode chegar que hoje tem! Aproveita o clique e confirma presença no evento: Sexta tem Viaduto!

Enquanto não chega a noite, vai ouvindo essa pra entrar no clima.

Tchau, Manoel.

Quinta-feira já é dia de desacelerar e nada melhor para isso do que poesia. Em homenagem ao partente de hoje, Manoel de Barros, apresentamos esse lindíssimo documentário.

Descanse, Manoel que por aqui, ficamos com os seus versos.

“Não preciso do fim para chegar. Do lugar onde estou já fui embora.” – O livro sobre nada.

Reunião

Trip and Tyler é uma dupla engraçadinha do youtube que adora fazer sátiras sobre o mundo do “business”. Dessa vez, os caras soltaram um catálogo dos tipos característicos das tão detestadas reuniões e – devemos dizer! – é ótimo além de ser bem em sintonia com a realidade.

Detalhe importante! O vídeo foi patrocinado pelo Airtame, que é um programa que conecta seu computador (PC ou Mac) à televisão da sala de reuniões via wireless. Mas, na real, o ponto central do sketch está longe de ser isso. Bom mesmo é o humor e numa segundona dessa, uma risada não cai mal. Dá o play!

Trona

Esse é um pequeno curta sobre a história da cidade de Trona. Com uma narração em off bem bonita e uma bela fotografia com imagens desérticas, o vídeo cumpriu o requisito para o post de sexta.

quartoamado

A galeria quartoamado é uma galeria diferente. Primeiro que só de estar fora do eixo Rio-SP, já não se pode dizer que ela é tão comum assim. E, sendo de BH, ela só aceita e agencia artistas daqui e que queiram mudar a cena da cidade de alguma forma. São grafiteiros, músicos independentes, pintores: toda uma galera reunida em torno daquela ideia de mudar o mundo pela arte e, ao mesmo tempo, viver dela.

Seguindo esse norte, os caras foram parar em Itatiaia – um vilarejo no pé da serra de Ouro Branco, aqui mesmo nas Minas Gerais. Começaram então, em maio, um processo de residência artística com dois artistas, Clara Valente e Thiago Alvim. O resultado foi esse aí:

Mas isso foi só a primeira etapa. O projeto foi dando certo, a comunidade foi tomando gosto pela coisa e dois meses depois rolou a segunda etapa. No mesmo esquema: dois artistas colorindo a cidade. Dessa vez, com Baba Jung e Luiz Matuto.

Agora em outubro, o quartoamado levou mais dois caras pra Itatiaia, mas com um diferencial. Rato e Comum, além de artistas, são educadores. A terceira etapa da residência veio com uma pegada mais diferente, com oficinas para as crianças da comunidade e interagindo diretamente com os locais. É bonito de se ver. Dá o play!

Foda, né? Mas agora, só ano que vem. Vamos ficar no aguardo para ver o que mais de lindo sai das montanhas de Itatiaia.